Universidade On Line/Garantias

 


 

 

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE ADUBOS NITROGENADOS

Adubo

N

P2O5

K2O

Ca

S

 

 

 

 

 

 

Amônia Anidra

82

 

 

 

 

Calciocianamida

21

 

 

27

 

Cloreto de Amônio

26

 

 

 

 

Fosfato diamônico (DAP)

16

44

 

 

 

Fosfato monoamônico (MAP)

10

50

 

 

 

Nitrato de Amônio

33,5

 

 

 

 

Nitrato de cálcio

15

 

 

20

 

Nitrato de potássio

13

 

44

 

 

Nitrocálcio

22

 

 

7

 

Nitrofosfatos

14 a 22

10 a 22

 

6 a 7

0,2 a 3,6

Nitrossulfocálcico

27

 

 

6

4

Salitre do Chile

16

 

 

 

 

Salitre potássico

15

 

14

 

 

Sulfato de Amônio

20-21

 

 

 

24

Sulfonitrato de Amônio

26

 

 

 

15

Soluções Nitrogenadas

21-49

 

 

 

 

Uréia

45

 

 

 

 

FONTE: ABC DA ADUBAÇÃO - E. Malavolta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VALORES DE pH (H2O) EM COMPONENTES DE SUBSTRATO DE PLANTAS

Componente

pH (H2O)

Componente

pH (H2O)

Turfa RS - 1 (preta)

3,0 - 3,3

Areia

6,0 - 6,5

Turfa RS - 2 (fibrosa)

4,0 - 4,2

Casca de arroz carbonizada

6,5 - 7,0

Turfa SC - 1 (preta)

4,6

Composto de lixo urbano

8,0 - 8,6

Turfa SC - 2 (fibrosa)

4,5

Vermicomposto

6,5 - 7,0

Solo turfoso

4,0 - 5,0

Casca de acácia negra ("tanino")

6,5 - 7,0

Fibra xaxim

4,0 - 4,2

Vermiculita

7,5 - 8,5

Casaca de pinus

4,0 - 4,5

Perlita

6,5 - 7,5

Espuma fenólica

6

Argila expandida rígida ("cinasita")

6,5 - 7,0

FONTE: PRODUÇÃO COMERCIAL DE PLANTAS ORNAMENTAIS -

Atelene Normann Kampf

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DENSIDADE SECA (105º C) DE ALGUNS COMPONENTES DE SUBSTRATOS DE PLANTAS

Componente

Dens. Seca (kg m-3)

Componente

Dens. Seca (kg m-3)

Argila

1800 - 2000

Turfa (fibrosa)

100 - 200

Areia média

1400 - 1500

Turfa preta

150 - 250

Solo mineral

1000 - 1500

Vermiculita

50 - 100

Composto de lixo urbano

500 - 600

Casca de arroz carbonizada

150 - 250

Vermicomposto

650 - 850

Casca de arroz queimada

300 - 350

Casca de acácia negra

600 - 800

Espuma fenólica

50 - 100

Fibra de xaxim

80 - 100

Perlita

50 - 100

FONTE: PRODUÇÃO COMERCIAL DE PLANTAS ORNAMENTAIS 

Atelene Normann Kampf

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FATORES PARA CONVERSÃO DE UNIDADES ANTIGAS EM UNIDADES DO

SISTEMA INTERNACIONAL DE UNIDADES

Unidade antiga (A)

Unidade nova (N) (N=AxF)

Fator de conversão (F)

%

g/kg, g/dm3, g/L

10

ppm

mg/kg, mg/dm3, mg/L

1

meq/100 cm3

mmolc/dm3

10

meq/100g

mmolc/kg

10

meq/L

mmolc/L

1

P2O5

P

0,437

K2O

K

0,83

CaO

Ca

0,715

MgO

Mg

0,602

mmho/cm

dS/m

1

Fonte: Boletim Técnico 100 - Recomendação de Adubação e Calagem para

o Estado de São Paulo - Instituto Agronômico - Fundação IAC - Campinas (SP) 1996

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LIMITES DE  INTERPRETAÇÃO DAS DETERMINAÇÕES RELACIONADAS

COM A ACIDEZ DA CAMADA ARÁVEL DO SOLO

Acidez

pH em Cacl2

Saturação por bases

V

%

Muito alta

até 4,3

Muito baixa

0-25

Alta

4,4 - 5,0

Baixa

26-50

Média

5,1 - 5,5

Média

51-70

Baixa

5,6 - 6,0

Alta

71-90

Muito baixa

> 6,0

Muito alta

>90

Fonte: Boletim Técnico 100 - Recomendação de Adubação e Calagem para o Estado de São Paulo - Instituto Agronômico - Fundação IAC - Campinas (SP) 1996

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LIMITES DE INTERPRETAÇÃO DE TEORES DE CA2+, MG2+ e SO42- EM SOLOS

Teor

Ca2+ trocável

Mg2+ trocável

S-SO42-

mmolc/dm3

mmolc/dm3

mg/dm3

Baixo

0a3

0a4

0a4

Médio

4a7

5a8

5a10

Alto

>7

>8

>10

Fonte: Boletim Técnico 100 - Recomendação de Adubação e Calagem para o Estado de São Paulo - Instituto Agronômico - Fundação IAC - Campinas (SP) 1996

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VALORES MÍNIMOS, DO PODER DE NEUTRALIZAÇÃO (PN) E DA SOMA DOS TEORES DE CÁLCIO E DE MAGNÉSIO, EXIGIDOS PELO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, E VALORES CORRESPONDENTES COM O USO DO SISTEMA INTERNACIONAL DE UNIDADES.

Material

Poder de neutralização

Poder de neutralização

Soma de Ca e Mg

Soma de Ca e Mg

Equiv. CaCO3

Mol

CaO + MgO

Ca + Mg

%

molc/kg

%

g/kg

Calcário moído

67

13

38

250

Calcário Calcinado agrícola

80

16

43

280

Cal virgem agrícola

125

25

68

450

Cal hidratada agrícola

94

19

50

330

Escória

60

12

30

200

Outros

67

13

38

250

Fonte: Boletim Técnico 100 - Recomendação de Adubação e Calagem para o Estado de São Paulo - Instituto Agronômico - Fundação IAC - Campinas (SP) 1996

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRINCIPAIS FERTILIZANTES SIMPLES CONTENDO NITROGÊNIO, POTÁSSIO,   E ENXOFRE E SUAS GARANTIAS MÍNIMAS, DE ACORDO COM O MINISTÉRIO DA AGRICULTURA

Fertilizante

N

N

K2O

K

S

OBSERVAÇÃO

%

g/kg

%

g/kg

%

Uréia

44

440

-

-

-

-

Sulfato de amônio

20

200

-

-

22-24

-

Nitrato de amônio

32

320

-

-

-

-

Nitrocálcio

20

200

-

-

-

2-8% de Ca e

1-5% de Mg

DAP

16

160

-

-

-

45% de P2O5

MAP

9

90

-

-

-

48% de P2O5

Amônia anidra

82

820

-

-

-

Gás

Salitre potássio

15

150

14

117

-

18% de Na

Nitrato de potássio

13

130

44

367

-

Cloreto de potássio

-

-

58

483

-

45-48 % de Cl

Sulfato de potássio

-

-

48

400

15-17

-

Sulfato de potássio e magnésio

-

-

18

150

22-24

4-5% de Mg;

1-2,5% de Cl

Sulfato de cálcio (inclui fosfogesso)

-

-

-

-

13

16% de Ca

Superfosfato simples

-

-

-

-

10-12

18% de P2O5; 18-20 % de Ca

Enxofre

-

-

-

-

95

-

Fonte: Boletim Técnico 100 - Recomendação de Adubação e Calagem para o Estado de São Paulo - Instituto Agronômico - Fundação IAC - Campinas (SP) 1996

 

 


 

 

HOME      

            E-MAIL

       Universidade On Line

     Empregos/Concursos

                Carreira

        Agronomia

       Agronegócio

 

- Defensivos Agrícolas

- Adubos e Adubação

- Culturas

- Sais na Agricultura

- Receitas Caseiras

- Produtos

- Agricultura Orgânica

- Irrigação

- Sementes

- Pulverização

- 500 perguntas

  500 resposta

 

- Emprego Engenheiro Agrônomo

- Emprego Engenheiro Agrícola

- Emprego Engenheiro Florestal

- Emprego Médico Veterinário

- Emprego Zootecnista

- Engenheiro Ambiental

- Emprego Técnico Agrícola

- Engenheiro/Tec. Agrimensor

- Emprego Topógrafo

- Empregos Diversos

- Concursos Agrícolas

- Concursos Pós-Graduação

 

 

- Estágios Agronomia

- Como montar um Currículo

- Banco de Currículos

- Currículo Analisado

- Quero Fazer Agronomia

- Guia Prático de como

  arrumar um emprego

- Guia Prático do estudante

  de agronomia

- Agronomia depois dos 30 

- Faça Pós-Graduação

  "lato sensu"

 

 

- Links Agrícolas

- Revistas Agrícolas

- Lista de CREAs

- Receitas da Vovó

- Empresas Agrícolas

- Cursos e Eventos Agrícolas

- Faculdades de Agronomia

- Ranking Agrícola

- Livro de Visitas

- Boca no Trombone

- Consultores Agrícolas

- Os números da

  Agronomia.net

 

 

- Como montar uma empresa

  para amostragem de solo

- Como montar uma

  AGROSERVICE

- Como montar uma empresa

  de terra vegetal

- Ganhe dinheiro na

  entressafra de hortaliças

- Como montar uma floricultura

 

 

 

PARCEIROS